Atendimento 24 h (41) 3029-5284
Responsável Técnico: Luiz Felipe Ximenes Cibin CRMV-PR 4697

Cardiologia Veterinária

    AvançarVoltar
    levet-post_0814

    Cardiologia Veterinária

    Os animais de estimação também estão propensos a sofrer males do coração. E, quando o problema é no coração, o diagnóstico e tratamento precoces podem fazer diferença na saúde e qualidade de vida do seu pet. Por isso é importante ficar atento a sinais simples, para que você possa levá-lo ao veterinário o mais rápido possível.

    Alguns sintomas que podem indicar problemas no coração:

    – Cansaço fácil

    – Tosse seca (como se estivesse engasgado)

    – Perda de peso

    – Congestão hepática

    – Casos de pressão alta

    – Desmaios

    – Arritmias

    – Acumulo de líquido no abdome

    – Hipertensão pulmonar

    O exame que identifica algum problema cardiológico no seu pet, é o eletrocardiograma, conhecido também pela sigla ECG. Esse exame fornece informações de extrema relevância ao médico veterinário, permitindo, muitas vezes, chegar a um diagnóstico preciso de cardiopatia, ou mostrar sinais de que algo não está funcionando normalmente com o coração do seu pet. Não é um exame invasivo para os animais, o procedimento é indolor, e realizado de forma rápida e eficaz.

    Atualmente, a maioria dos hospitais, clínicas e centros de diagnóstico veterinários já possuem a ferramenta do eletrocardiograma.

    O ideal é que cães de porte pequeno, façam uma consulta ao cardiologista a partir de 7 anos e cães de médio e grande porte, a partir dos 5 anos.

    Raças caninas pequenas como Poodle, Dachshund, Shi-tzu, Pinscher, Spitz Alemão possuem uma predisposição genética para desenvolver alguma doença do coração. As raças maiores, como Boxer, Bulldog, Dobermann, Cocker, Labrador e Rottweiler são exemplos de tipos de cães que podem ter uma cardiomiopatia dilatada com mais facilidade do que os demais.

    Eos felinos?

    Os gatos também devem passar por exames periódicos para identificar possíveis doenças cardíacas. A doença mais comum entre os gatinhos, é a cardiomiopatia hipertrófica, caracterizada por um espessamento anormal das paredes do coração. Geralmente, atinge gatos de meia idade.

    Caso seu pet seja diagnosticado, ele irá precisar de muita atenção durante o tratamento.

    O veterinário cardiologista provavelmente irá prescrever medicações e pedirá acompanhamento da rotina, para supervisionar. Infelizmente, problemas cardíacos não possuem cura, por isso, o cuidado é essencial para prolongar a vida do seu melhor amigo!

    Vale lembrar que, qualquer dúvida que tenha sobre o assunto, ou se está percebendo alguns dos sintomas e comportamentos anormais no seu pet, não deixe de consultar um profissional da área. Prevenção sempre é o melhor caminho!

    Seu pet merece toda sua dedicação!

    • posts_levet_escolhapet-02

      10 passos para escolher o lugar para comprar seu pet

      Quase sempre a compra ou adoção de um pet se dá por impulso, então, para escolher bem um novo pet, reunimos algumas dicas importantes para você não errar na escolha.   ✅Bem estar e SaúdeVer +

    • 07-10

      Ambiente para gatos

      Em uma pesquisa feita pelo IBGE em 2018 revelou que, há em torno de 22,1 milhões de gatos de estimação no Brasil ????. Muitos destes felinos vivem em casas ou apartamentos pequenos, nos quais éVer +

    • _

      AVC em Pets

      Acidente vascular cerebral Acidente vascular encefálico (AVE) é semelhante ao acidente vascular cerebral (AVC) em humanos, e se caracteriza por uma disfunção vascular seja por isquemia ou hemorragia. Acomete principalmente animais de meia idade eVer +

    • 10-09

      Setembro Amarelo – Prevenção ao Suicídio

      Antes de ter a companhia de um cão ou gato em casa, nós inventamos várias desculpas para não os adotar, pois dá muito trabalho, gera gastos, faz bagunça, late, chora e etc. Mas, quem realmenteVer +

    • levet-post_0805

      Colesterol Alto em Pets

      Assim como nós, humanos, o seu animalzinho também pode ter colesterol alto. O tutor deve ficar atento, pois é uma doença silenciosa e derivada de um estilo de vida sedentário, geralmente aparecendo em quem sofreVer +

    • Profilaxia Dentária em Pets

      Nós aprendemos a importância de cuidar dos nossos dentes desde pequenos. Com os nossos animais, não poderia ser diferente. Cuidar da saúde bucal deles, vai muito além de estética ou mau hálito. A boca dosVer +

    • levet-post_0715

      Benefícios da castração

      Muitas dúvidas e mitos surgem quando o assunto é a castração dos pets. Uma das convicções mais comuns é que os machos não podem ser castrados, pois ficariam tristes e frustrados por não conseguir maisVer +

    • levet

      Saiba em quais situações seu Pet precisa de cuidados hospitalares

      Para quem tem um animal de estimação, o bem estar dele é sempre muito importante. Entretanto, algumas vezes se deparam com situações das quais ficam sem saber a melhor atitude a ser tomada. Ao verVer +

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1 × cinco =

    AvançarVoltar
    Fale Conosco via WhatsApp